“Como Uma Estrela na Terra – Toda Criança é Especial” do diretor/ator Aamir Khan

Sobre o filme “Como Uma Estrela na Terra – Toda Criança é Especial”

http://www.cinemaindiano.com/2008/06/como-estrelas-na-terra.html

 

Belíssimo filme indiano que retrata a vida de uma criança disléxica de 9 anos, Ishaan Awasthi; suas frustrações, seu sofrimento, a incompreensão das pessoas com quem ele convive.

Na escola as letras dançam em sua frente, como diz, e não consegue acompanhar as aulas nem focar sua atenção. É hostilizado e humilhado pelos professores, colegas, vizinhos, em fim por toda a comunidade. Seu pai acredita apenas na hipótese de falta de disciplina e trata Ishaan com muita rudez e falta de sensibilidade. Após sucessivos fracassos escolares o pai decide colocá-lo em um internato, onde Ishaan sofreu ainda mais com a falta de sensibilidade e os maus tratos e acaba entrando em depressão, sentindo falta da mãe e do irmão mais velho.

Felizmente, um professor substituto de artes entra em cena e logo percebe que algo de errado estava acontecendo com Ishaan. Não demora a diagnosticar que se trata de um caso de dislexia, pois ele próprio é disléxico e se reconhece no menino. Imediatamente  esse professor, lutando contra tudo e todos, busca resgatar aquele garoto que havia perdido sua réstia de luz e vontade de viver.

Esse filme é uma mensagem para o mundo sobre o verdadeiro papel de um educador na formação de um novo ser humano – veja que não digo professor, mas educador. Todos somos, de alguma forma, educadores. Ao afirmar no título que toda criança é especial, que são como estrelas na Terra, a proposta é trazer a idéia de que não podemos negligenciar a diversidade e preciosidade dos projetos de uma pessoa.

O filme vai muito além de tocar na sensibilidade de ser criança e educador, ele manda uma mensagem clara de nosso papel como ser humano.

Nos mostra ainda, que é possível trabalhar com a diversidade dentro da sala de aula; basta o professor compreender as necessidades e o contexto social de cada aluno, para então, poder ajudá-lo a desenvolver sua capacidade de aprendizagem.

Talvez ainda, além de mandar uma mensagem sobre o papel do educador, ensina antes o que é ser pai, o que significa e o que implica em ter filho.

Essa história nos emociona pelo drama dessa criança e nos leva a refletir sobre a tolerância, a paciência e a aceitação do outro; afinal o outro não pode ser como se deseja que ele seja, mas é como ele pode ser.


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!